Movimentos nacionais defendem 10 medidas de combate à corrupção

Pacote de ações visa legislação que aperfeiçoa o combate à corrupção.

Representantes de movimentos nacionais contra a corrupção participaram, na semana passada, de uma audiência da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Eles pedem a aprovação de uma legislação que aperfeiçoe o combate ao desvio de recursos públicos.

Combate à Corrupção - Foto: EBC

Combate à Corrupção – Foto: EBC

A representante do Movimento Vem Pra Rua, Celina Ferreira, criticou a não aprovação até agora dessas medidas propostas pelo Ministério Público, mas acredita que o Congresso pode aprová-las ainda este ano.

“A verdade é que a sociedade quer fazer as pazes com o Poder Legislativo, porque a sociedade acredita nos seus parlamentares, acredita que os parlamentares podem dar uma resposta positiva aos anseios que a sociedade quer, de uma sociedade mais justa.”

Já a representante do Movimento Brasil Livre (MBL), Beatriz Kicis, disse que é preciso encontrar formas de acabar não só com a corrupção, mas também com a impunidade.

“A impunidade é a mãe da corrupção. Corrupção existe em todo o mundo, onde houver pessoas, pode haver corrupção. Por isso, eu tenho lutado muito, não contra a corrupção, mas contra a impunidade. A pessoa sabe que, se ela for corrupta, ativa ou passiva, ela será punida e com isso há uma intimidação natural.”

Na audiência, o presidente da comissão, deputado Laerte Bessa, do PR do Distrito Federal, propôs que o dia 7 de abril, dia da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, se torne o Dia Nacional de Combate à Corrupção.

Reportagem, Cintia Moreira

%d blogueiros gostam disto: